Shimaa D Eashoa Msheekha Bar-YHWH (Ehyeh-Asher-Ehyeh, Adonai, Elohim, El, El Shaddai, El Elyon, El Roi, El Olam)
[Em nome de Jesus Cristo Filho de Deus (Eu Sou O Que Sou, Senhor, Deus, O Forte, Deus Todo-Poderoso, Deus Altíssimo, Deus Que Vê, Deus Eterno)]
Lucifer nunca foi líder de nada! Ele nunca foi: "maestro dos anjos", "líder do louvor no céu", "o líder dos anjos, estando logo abaixo de Deus", "anjo governante" ou coisas do tipo. Nenhum termo deste tipo existe na Bíblia!
NÃO DÊ A SATANÁS UMA GLÓRIA QUE ELE NUNCA TEVE E NUNCA TERÁ! [Discorda? Clique aqui!]
IMPORTANTE: Regras de Uso deste site!

Clique aqui!

Curta nossa página no Facebook!

Acompanhe-nos no Twitter!
O Maior Chamado é conhecer a Deus
Clique aqui para saber da importância de CONHECER A DEUS! Clique aqui para ler as REGRAS DE USO

>> JOGOS: RPG

 

RPG: Os demônios estão presentes
>> Adicionado em 12/05/2006.
>> Por Carlos (pseudônimo).

 

RPG, ou "Roleplaying Game" é um jogo que não tem vencedor ou perdedor entre os jogadores, é um cooperativo. Um jogo de interpretação, como um teatro, no qual cada jogador tem um personagem para interpretar, e existe ainda um Mestre (geralmente se escolhe o jogador mais experiente do grupo) que comanda tudo descrevendo tudo em volta: história, cenário, personagens secundários, ações diversas, clima etc. - como um narrador.

Em sua maioria os personagens são: fadas, monstros hominídeos, vampiros, feiticeiros, bruxos, magos, xamãs, guerreiros, arqueiros, cavaleiros e até mesmo demônios.

Temos revistas especializadas em RPG no Brasil, entre as principais estão: Dragão Brasil e Tormenta que são publicações da Editora Talismã. Temos até um cenário de fantasia medieval (o lugar onde a história se passa) genuinamente brasileiro: Tormenta. Tormenta tem como autores Marcelo Cassaro, Saladino e Trevisan.

Tormenta [1] é o nome do cenário e o tem por causa da Tormenta, uma tempestade de "gotas de sangue ácido" e "nuvens rubras". Uma tempestade que trouxe consigo "uma praga", "um massacre de proporções jamais vistas na história" de Arton (o nome do mundo imaginário do cenário Tormenta) e os "demônios trazendo morte, dor e loucura".

[2] "Monstros Infernais: Diabos! Demônios! O mal em sua forma mais pura! O mal que desafia os maiores heróis!"
[3] "Hoje você vai conhecer os diabos e demônios de Arton"

Essa é uma analise do artigo de mesmo nome acima da Revista Tormenta (vide notas no final do texto). Nesse artigo são apresentados ao público do RPG os diabos e demônios desse mundo de fantasia. Leiam falas atribuídas ao Líder dos Exércitos dos diabos, General Abaddon, logo no inicio:

* "Guerra e destruição definem o que eu sou.
(...)
Eu viso genocídio. O extermínio completo de muitos inimigos. Deles, de suas famílias, de sua raça  e toda a lembrança de sua cultura pervertida. Nada deve restar daqueles que entram em meu caminho, nem mesmo uma leve memória.
(...)
Vocês nos chamam de ‘diabos’, pois é o máximo que suas mentes curtas e primitivas conseguem vislumbrar. Mas nós somos mais. Nós somos guerra e destruição"
.

Durante muito tempo eu joguei RPG usando desses personagens malignos e não via nada de mau, mas hoje, com os meus olhos espirituais abertos e sem escamas, posso ver claramente que nem tudo é assim nesse jogo. A declaração desse demônio é bem parecida com o que Jesus disse, referindo-se ao Diabo, em João 10:10: "O ladrão não vem senão para roubar, matar  e destruir".

Rogério Saladino, autor do artigo, continua falando:

* "A princípio eram chamados simplesmente de demônios e diabos. Mas, para apaziguar um pouco os grupos que consideram o hobby como uma má influência, seus nomes foram trocados. Criou-se o conceito de que havia duas raças de criaturas malignas, os Tanar’ri e os Baatezu, nativas dos planos malignos inferiores. Os membros dessas raças teriam poderes enormes, viveriam por séculos e seriam, literalmente, o mal encarnado" (o destaque é meu).

Pelo que me parece mudaram os nomes demônios e diabos para tanar’ri e baatezu para enganar desavisados e tentar isso com aqueles que sabem o que há de verdade no RPG do que estão se envolvendo realmente: com as forças das trevas, o mal encarnado (no personagem), como eles mesmo dizem.

* "Na prática, eram os demônios e os diabos (nomes que os mortais 'ignorantes' davam para eles) e fazem pactos, eram conjurados para o Plano Material, serviam deuses malignos...".

Satanismo puro nessas linhas.

Luz não tem comunhão com trevas. Isto que vemos aqui é claramente trevas, como pode alguém que segue a luz, segue a Deus, ter envolvimento com esse tipo de coisa?

* "...tentavam os mortais para que eles cometessem atos malignos, condenando suas almas à servidão eterna aos demônios depois de sua morte".

Personagens correm o perigo de ser escravizados eternamente pelos demônios nesse RPG (e os jogadores têm que interpretar tudo isso, como se fossem eles) e são tentados a fazer atos malignos (pecados e mais pecados). Você não faz, mas tem que agir como se fosse, pois está interpretando.

IPe 5:8: "Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem tragar".

O diabo está aí tentando nos tragar, nos destruir, usando até mesmo de enganos sutis, mas altamente destrutivos. Esses são os piores, pois vêm em pele de cordeiro, sendo lobos.

E o Senhor Deus adverte em Tiago 4:4: "Portanto qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus". Se estamos envolvidos com as coisas do mundo somos inimigos de Deus. Não dá para conciliar as duas coisas, não se pode ficar em cima do muro. Ou nos separamos de Deus ou do mundo.

* "Em Tormenta não existe os planos conhecidos como o Abismo e os Nove Infernos - as dimensões nativas dos tanar’ri e baatezu na cosmologia normal de D&D".

Ou seja, no cenário de Tormenta eles surgem em dimensões de deuses malignos como: Werra, o Reino do deus Keen; Chacina, o Reino do deus Megalokk; e Deathok, o Reino do deus Ragnar (esses são deuses do mundo de Arton). E no D&D (jogo Dungeons & Dragons, o primeiro jogo de RPG, tendo como nome original Advanced Dungeons & Dragons - AD&D, com mais de 30 anos de existência - todos os direitos autorais para Wizards of the Coast) seriam originários do Abismo e dos Nove Infernos. Na bíblia os demônios são ditos como do inferno, do abismo, do fogo eterno, do lago de fogo e enxofre (para onde vão). Esse é o território deles.

Olhem agora o que a Bíblia diz sobre Abaddon (ou "Abadom", ou "Abadon", ou "Abahddon"):

Apocalipse 9:11: "E tinham sobre si rei, o Anjo do Abismo; em hebreu era o seu nome Abadom [que significa 'destruidor'], e em grego Apoliom".

Efésios 2: 1 e 2: "Ele vos vivificou, estando vós mortos nos vossos delitos e pecados, nos quais andastes outrora, segundo o curso deste mundo, segundo o Príncipe das Potestades do Ar, do espírito que agora opera nos filhos da desobediência".

Provérbios 15:11: "O Inferno [em hebraico: Seol] e a Perdição [em hebraico: Abaddon] estão perante o Senhor; quanto mais os corações dos filhos dos homens".

É muita coincidência, não?? Assim na Bíblia como nesse RPG Abaddon é citado como um líder dos demônios. No RPG como General dos diabos e Lorde das Profundezas, e na Bíblia como Anjo do Abismo, Perdição, o Destruidor e o Príncipe das Potestades do Ar (nos desenhos da revista ele aparece com grandes asas dracônicas, se bem que qualquer demônio pode mudar isso de acordo com sua vontade).

* "...um diabo é virtualmente imortal".

Mais ou menos isso que diz a Bíblia: Lucas 20:36a: "Porque já não podem mais morrer; pois são iguais aos anjos". Anjos não morrem, e os demônios, que são anjos caídos, também não.

Agora o que Abaddon (no RPG) gosta de fazer:

* "...gosta de manipular, mentir, ludibriar e enganar outras pessoas e criaturas, para que realizem parte de seus planos. Se o alvo é uma criatura de bom coração, melhor. O vilão adora ver o bem fazer o mal inadvertidamente".

Muito parece, ou melhor, é idêntico  com  o que fazem por aqui. IPe 5:8 (releiam acima).

* "Além de sua forma normal, aparência de um poderoso Lorde das Profundezas, Abahddon, costuma usar a forma de um homem idoso vestido como um nobre, com voz rouca e grave, geralmente muito atencioso e solícito que sempre está sorrindo".

Bem sabemos (ou pelo menos quem já leu um pouco a Bíblia) que os demônios podem tomar até mesmo a forma de anjos de luz (IICor. 11:14), os do RPG podem se transformar também.

Agora fica uma pergunta: Será que o RPG é mesmo só uma simples brincadeira de faz de conta?

Minha resposta é não. Tem muita coisa bem real, ocultista e satanista (que talvez você nunca tenha visto ou saiba que exista) neste jogo.

 

Notas:

[1] Os trechos entre aspas nesse parágrafo foram extraídos do artigo Tormenta D20, página 2, da Revista Tormenta nº 13, Editora Talismã.

[2] Titulo do artigo da Revista Tormenta nº 13, página 6, Editora Talismã.

[3] Frase do editorial da mesma Revista, página 1.

* Trechos do artigo Monstros Infernais (vide nota 2).

 

 

>> Autor: Carlos (pseudônimo), ex-mestre de RPG. Enviado por e-mail.

>> Nota: Este website não tem o objetivo de atacar qualquer pessoa ou grupo de pessoas. Como cristãos devemos o amor a todos, pensem iguais a nós ou não.

 

CLIQUE AQUI para voltar (esse botão equivale ao VOLTAR/BACK do seu navegador)


Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons: Sempre citar a fonte | Proibido uso comercial | Proibido fazer alterações        Envie esta página para alguém!        Clique aqui para abrir a versão para impressão        


Sobre o site  |  Política de Privacidade  |  Regras de Uso   |   Atualizações   |   Blog   |   Contato



Jesus Cristo é Deus, veio em carne, morreu e ressuscitou ao terceiro dia, subindo em Glória ao céu onde está à direita do Pai e teve Seu Nome posto acima de todos os nomes!



COPYRIGHT 2001-2018 Tabernaculonet© - LEGAL TRADEMARKS 2001-2018 Tabernaculonet™
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS ao Ministério Vestes Brancas® - Website oficialmente na Internet desde 25/10/2001.
Para usar o material cite o nome e endereço do Tabernaculonet como fonte e não modifique os textos. A Deus toda Glória!